Vasco Coimbra

portfolio

A passagem do furacão Calvi pelo Porto

O Porto recebeu na noite de ontem a passagem de mais um furacão. Pelo nome de Anna Calvi, abateu-se sobre o Hard Club e fez-se sentir durante mais de 1h30.

Reportagens

O Porto recebeu na noite de ontem a passagem de mais um furacão. Pelo nome de Anna Calvi, abateu-se sobre o Hard Club e fez-se sentir durante mais de 1h30.

Anna Calvi regressou a Portugal para apresentar o seu novo trabalho, “Hunter”, perante uma sala cheia no Hard Club. A radiar energia a cada acorde, Calvi reafirmou o título de “a melhor coisa a aparecer depois de Patti Smith” que lhe foi atribuído por Brian Eno em 2011.

A incrível voz da artista, que consegue soar doce e poderosa ao mesmo tempo, deliciou o público que, por não haver o tradicional “fosso” a separar o palco da plateia, se encontrava “colado” ao palco. Durante os solos, Calviaproveitou esse facto para se aproximar dos seus fãs, empolgando-se com os riffs até acabar por tocá-los deitada no chão ou de joelhos. Esta energia foi constante durante todo o espectáculo, que beneficiou do fantástico trabalho de luz e projeções multimédia entre o fundo do palco e as laterais da sala.

A passagem deste furacão deixou um rasto de sorrisos e emoções fortes. Apesar da interação com o público não ter sido muita (preferiu conversar apenas através da música, quase sem pausas entre canções), quando Calvi pedia mais barulho a sala respondia vivamente. Anna Calvi saiu de cena tocando o último acorde com o pé enquanto a guitarra se encontrava no chão, sendo um final perfeitamente adequado para toda a explosão de energia vivida até então.


Reportagem publicada na Glam Magazine a 20 de outubro em http://glam-magazine.pt/a-passagem-do-furacao-calvi-pelo-porto/ 

Galeria completa em http://vascocoimbra.com/2018/10/20/anna-calvi-hard-club/

1 Comments on “A passagem do furacão Calvi pelo Porto”

  1. Pingback: Anna Calvi | Hard Club - Vasco Coimbra

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

error: Conteúdo protegido